AdWords
904 Usuários online agora
904 Usuários online agora
Espaço dedicado para dúvidas relacionadas às políticas do AdWords e aprovação de anúncios
Guie-me
star_border
Responder

Correspondência [Exata] vai deixar de ser exata

Principal Colaborador

Foi anunciado no dia 14 o "fim" da correspondência exata do Google, pelo blog em inglês: http://adwords.blogspot.co.uk/2014/08/close-variant-matching-for-all-exact.html

 

Basicamente todas as correspondências vão apresentar variações aproximadas, incluindo os termos em exata e de frase. Em alguns ramos isso é indiferente, mas, para mim, é bastante prejudicial. Tenho nas campanhas termos bem separados entre os que procuro novas variações e os exatos, que precisam ser perfeitamente compatíveis com a busca.

 

Hoje fiz o teste verificando os Termos de Pesquisa para uma palavra em exata e mostraram mais de 100 variações. Foram termos aproximados, claro, mas existe diferença no significado e abordagem entre as palavras "localiza aluguel de carros" e "localizar aluguel de carros", uma é institucional e outra genérica. A diferença que vi entre o termo exato e as variações foi de um CPA 3% maior.

 

Ao invés de reduzir a quantidade de listas de palavras como prometem, estou vendo um efeito contrário, o de aumentar significativamente a quantidade de termos para negativar em cada grupo de anúncio. Grandes anunciantes terão que rever a estrutura de milhões de palavras-chave, enquanto os pequenos terão gastos com termos inesperados.

 

No fim do artigo ainda reforçam que o Adwords prefere ativar palavras idênticas a busca, mas como faremos isso agora que não temos mais controle de termos específicos?

 

Henrique Giacomitti
Linkedin
Especialistas responderamverified_user

Re: Correspondência [Exata] vai deixar de ser exata

Antigo Principal Colaborador

Olá @HenriqueBG 

 

Realmente, eu achava que as correspondências existentes estavam satisfatórias e dependendo do foco da campanha era só escolher e abusar das variações.

 

Este exemplo ai da Localiza/localizar é bem legal. O que vemos é que teremos inicialmente que negativar muitos termos. Falta uma explicação melhor do Google do que ele entende por variações próximas, até que ponto minha palavra-chave estará vulneravel a exibir um anúncio que não é relevante a busca do usuário.

 

Vamos aguardar cenas dos próximos capitulos...

 

Att,

 

Cezar Hokamura

Analista de Internet | Links Patrocinados

Cezar Hokamura Siriani
"Compartilhe seu conhecimento!"

Re: Correspondência [Exata] vai deixar de ser exata

Principal Colaborador

Re: Correspondência [Exata] vai deixar de ser exata

Principal Colaborador
Sempre ligeiro Pelati haha
Obrigado
Henrique Giacomitti
Linkedin