137 Usuários online agora
137 Usuários online agora
Bem-vindos à Comunidade Oficial do Google AdWords
star_border

A taxa de rejeição da vida real

 

Um website é exatamente como uma pessoa: possui aparência, conteúdo e a cada interação você gera uma experiência.

 

Todos temos aquele amigo que participa assiduamente de alguma empresa de "marketing multinível" e tenta te empurrar para baixo da pirâmide. Mesmo se você procura apenas uma interação casual com essa pessoa, ela vai arranjar um jeito de estourar um pop-up anunciando as vantagens de ser um associado.

Você fecha o banner e muda de assunto, resolve falar do clima, mas assim que virou a página vem outra propaganda mal colocada dizendo que "não existe tempo ruim para quem vende o produto Xis". 

Assim que se despedem a taxa de rejeição para essa pessoa aumenta e é capaz de você mudar o caminho para não cruzar com esse indivíduo novamente, mesmo que para isso tenha que andar um trajeto mais longo.

 

Numa dessas mudanças de caminho acaba encontrando uma outra pessoa, com layout formosíssimo, e assim que começa a interagir descobre que o conteúdo é muito bom. Nos minutos que seguem vocês têm uma conversa descontraída sobre animais de estimação, política e trabalho.

No dia seguinte você tem uns minutinhos de folga e resolver retomar a conversa descompromissadamente. E essa pessoa não só retoma a conversa, mas diz onde tem um pet shop ótimo, traz novidades sobre o governo e te dá umas dicas para facilitar seu trabalho. Nessa hora você descobre que essa pessoa presta atenção no que diz, e você se apaixona.

 

Essa pessoa do belo layout não vai te empurrar algo que não queira, mas vai ser conveniente para assuntos que te interessam. Ela vai fazer um bom remarketing dos assuntos que debatem, mas não vai insistir que o celular de última geração é melhor depois que você já comprou o modelo mais barato. Ela vai te apresentar para outras pessoas que têm gostos parecidos, e você todos vão conversar por horas e horas fazendo piada do "amigo multi nível que tenta te empurrar para baixo da pirâmide".

E assim você vai levando a relação de maneira saudável. Você vai confiar nessa pessoa e ela vai confiar em você até que finalmente resolvem se casar.

 

Com isso basta você dar sequência a esta bela história de amor entre o seu site, formosíssimo e conveniente, e seu usuário, fiel e feliz. Que tenham sorte e muitos filhos.

 

A3-NOIVOS-b.jpg

 

E que dessa história de vida fiquem os aprendizados:

  • Quem é chato vai ser ignorado.
  • Quem tem o bom layout tem mais chances de interação.
  • Quem é útil e te faz conversar com pessoas do mesmo interesse é apaixonante.

Boas vendas e boas histórias.

Sobre Henrique Giacometti

Formado em Publicidade e Propaganda pelo PUC-PR e em Gerenciamento de Projetos pela FGV, trabalhou na Agência Mirum e Rentcars.com. Atualmente é coordenador de marketing digital no Grupo Uninter.

Comentários
por Adriano_Almeida
Setembro 2013

Boa tarde Henrique,

Muito legal seu post. Nos faz pensar sobre nossa relação com o cliente e a necessidade de criar laços com ele, ao invés de tentar apenas "empurrar" nosso produto/serviço.

 

Abs,

por Matheus Machado
Outubro 2013

Uau, muito bom Henrique. Consegui entender mais sobre taxa de Rejeição.

por Abner R
Outubro 2013

Ual, Parabéns pelo post Henrique Giacomitti, realmente colocou de forma clara como funciona a taxa de reijeção e como conseguir uma boa aceitação! Smiley feliz

Tags