186 Usuários online agora
186 Usuários online agora
Bem-vindos à Comunidade Oficial do Google AdWords
star_border

Abrindo uma pequena empresa

Quis fazer um teste para saber como um pequeno anunciante pode abrir uma empresa na internet. Ao invés de acompanhar algum resolvi abrir meu próprio negócio com alguns objetivos em  mente:

 

Parti de 5 princípio para este teste:

  1. Abrir uma empresa com custo zero (afinal de contas é um teste e estamos em crise, é bom economizar).
  2. Não ter estoque.
  3. Anunciar apenas no Adwords.
  4. Agir como um empresário brasileiro típico.
  5. Aprender muito.

Para quem está se perguntando o que é o item 4, agir um brasileiro típico, a resposta é bem simples: planejar o mínimo possível e começar a fazer logo de início. É aquela idéia de que na medida que surgirem problemas a gente vai resolvendo, por enquanto deixa a vida me levar.

 

Se não quiser ouvir a música escute só os primeiros 25 segundos da introdução

 

Mas não pensem que foi algo desleixado, realmente acreditei na idéia e convenci os outros a tentar também. Afinal de contas uma empresa com custo zero e que pode te dar dinheiro, por quê não? Se as chances de ganhar na Mega Sena são uma em 50.000.000 (além de possíveis fraudes) e as pessoas ainda apostam, acreditar numa empresa recém saída do forno acaba sendo fácil.

 

1.Abrir uma empresa com custo zero.

PRODUTO: escolhi a revenda de óculos, os modelos mais baratos que podem existir no mercado são os óculos de EPI - que são aprovados pelo Inmetro e são realmente muito bons (tenho um do meu lado nesse momento que vou usar quando sair pro almoço), além de serem incrivelmente baratos. Cada óculos custava em média 10 reais e revendia por 50 (descontando custo de frete e outras coisas cada óculos rendia de lucro entre 10 e 20 reais)

 

SITE: usei a Loja Integrada para o site, o sistema deles é bem completo e dentro das minhas expectativas (site responsivo e um sistema de controle amigável). O site final pode ser conferido abaixo.

www.oculosdesolshop.com.br

 

oculos de sol shop 1.PNG

O design escuro peguei como base as páginas da Chilli Beans e Ray Ban. 

  

oculos de sol shop 2.PNG

Não preciso dizer o quanto é necessário um site para celular, quem não quer fazer um site responsivo é que tem que se justificar.

 

oculos de sol shop 3.PNG

Um produto robusto, elegante e barato.

 

CUSTO ZERO: Infelizmente tive meu primeiro gasto na compra do domínio oculosdesolshop.com.br, pesarosos 30 reais que gastei com dor no coração :'(

Quando anunciei no Adwords também gastei mais 50 reais, como veremos mais para frente.

 

A soma inicial para abrir a loja foram de 80 reais e precisaria vender ao menos 3 óculos para cobrir os custos. A abertura de CNPJ eu faria apenas com a primeira venda como Micro Empreendedor Individual (MEI), que também tem um custo quase simbólico de R$ 36,20 mais R$1 por mês para comércio (R$5 para serviços, mas não era o meu caso).

 

2. Não ter estoque.

Isso foi fácil, tem um loja aqui na minha cidade que vende vários modelos de óculos de EPI. Eu só precisava comprar e despachar no mesmo dia.

 

3. Anunciar apenas no Adowords.

Pela minha experiência com Adwords sei bem como é agressivo o leilão de CPC no varejo, por isso organizei minha campanha de forma bem simples e compatível com o tamanho da minha empresa e produto. Obviamente usei um bônus de 100 reais junto com meus 50tão investidos.

 

PALAVRAS-CHAVE: Escolhi apenas palavras-chave em exata com o termo "barato", foram 13 variações no total:

[oculos de sol barato]

[oculos escuros baratos]

[óculos de sol baratinho]

etc

 

ANÚNCIOS E EXTENSÕES: Todos muito bem focados com informação de frete grátis e específicos para celular. Foram 6 anúncios no total.

oculos de sol shop 4.PNG

Usei extensões de sitelinks e frases de destaque. As métricas foram muito boas com posição média de 1,5, CPC médio R$0,56, 18,84% de CTR médio.

 

oculos de sol shop 5.PNG

 

Hoje a conta não está mais ativa, então você não vai encontrar caso procure. 

 

4. Agir como um empresário brasileiro típico.

Acho que consegui de acordo com os critérios do "manda brasa". Se você leu esse texto e encontrou vários erros de gestão ou viu coisas que poderia fazer melhor, parabéns, quer dizer que você é um empresário fora da curva nacional.

 

Na revenda dos óculos exaltei a qualidade sempre mostrando a marca, portanto quem fosse buscar o modelo encontraria outros locais de venda e poderia escolher o preço e saberia que é de EPI. Afinal o objetivo não é enganar ninguém, mas fazer um teste.

 

5. Aprender muito.

Dentre os vários aprendizados que tirei destaco os mais importantes:

  • Óculos custam muito barato, nós que pagamos caro. Não importa a grife que você compre, a maioria é produzido na China.
  • Não dá para começar uma empresa com custo zero. Ainda assim pode ser muito barato abrir uma micro empresa, os impostos são irrisórios nessa categoria. O que mais acaba com qualquer investimento é ter estoque (leia "dinheiro parado"), portanto se você tiver um sistema just in time pode valorizar seu dinheiro. 
  • Comecei apenas com PayPal para pagamento, mas foi quando adicionei boleto vi que teve um incremento bom nas vendas. É uma característica do consumidor brasileiro pagar com boleto, além do perfil de consumidor desse tipo de produto ter mais afinidade.
  • A plataforma faz bastante diferença. Comecei tentando fazer um ecommerce via Blogger - tem alguns templates gratuitos que permitem isso - mas a gestão de produto e do site não era muito satisfatória. Usar a Loja Integrada foi uma mão na roda e tão fácil de trabalhar quando o Wix, só que não fica com aquela barra preta horrível na sua página.
  • Mesmo com uma campanha no Adwords extremamente segmentada o CPC era muito maior do que gostaria de pagar, a concorrência é agressiva mesmo. Minha intenção era pagar até 10 centavos, mas mesmo com Índice de Qualidade variando entre 10 e 8 não teve qualquer condição. A melhor opção de rentabilidade ainda é aprimorar o site para deixá-lo com uma usabilidade melhor.
  • Anúncio com preço vende melhor. Isso eu já tinha comprovado de testes anteriores, mas é sempre bom ver funcionando novamente.
  • Ninguém precisa reinventar a roda. Estudar a concorrência traz um bom aprendizado e poupa esforço.

Como era um teste com tempo contado a loja não está mais funcionando, o resultado foi bastante positivo e a loja se pagou no fim das contas.
 
Enfim, tem muita coisa que dá pra tirar dessa experiência, quis compartilhar com vocês e também encorajar os mais curiosos. Mesmo a empresa não tendo custo zero foi muito barato e a quantidade de aplicações que tirei disso pagaram qualquer preço, você pode aprender muita coisa e, se fizer tudo direitinho, ainda gerar renda com isso.
 

Boa sorte e boas vendas!

Sobre Henrique Giacometti

Formado em Publicidade e Propaganda pelo PUC-PR e em Gerenciamento de Projetos pela FGV, trabalhou na Agência Mirum e Rentcars.com. Atualmente é coordenador de marketing digital no Grupo Uninter.

Comentários
por Nuno-Mota Principal Colaborador
Dezembro 2015
por Herman M
Dezembro 2015
Bakana sua iniciativa! Gostei do texto.
por Gustavo Bressan
Janeiro 2016

Show de bola o Artigo @HenriqueBG

Parabéns pela iniciativa!

por Shirlei F
Janeiro 2016

Pra mim não funcionou e ainda tô batendo cabeça!

por Júnior F
Janeiro 2016

Parabéns pelo Artigo. Gostei muito! 

 

Na Loja integrada você utilizou o plano Free de até 50 produtos?

por HenriqueBG Principal Colaborador
Abril 2016

Júnior, isso mesmo. O plano gratuito já é bastante completo, de extra o que precisa é apenas o boleto para pagamento.

por Deyson T Principal Colaborador
Abril 2016
Experimento interessante. Bacana. Quanto a plataforma free com bons recursos eu recomendo a PrestaShop, com versão cloud também gratuita, convém conferir. Abs
Tags