1.1K Usuários online agora
1.1K Usuários online agora
Bem-vindos à Comunidade Oficial do Google Analytics
Aprenda com artigos escritos por nossos usuários especialistas
star_border

Aumentar Conversão em E-Commerce

Dicas para Aumentar Conversão em E-Commerce

 

Palestrante – Fábio Schimidt

 

Devido a algumas empresas terem inflacionado um pouco o mercado publicitário do Google Adwords deixando o CPC (Custo por Clique) cada vez mais caro em algumas áreas, como por exemplo, a Dafiti, na parte de artigos esportivos e de moda, está ficando cada vez mais caro fazer sua propaganda no Google, porém não menos eficiente. Como via de escape uma das melhores soluções atualmente é engajar e se aproximar cada vez mais do seu cliente. E como isso pode ser feito? Através do cadastro de clientes, um ótimo exemplo de engajamento que podemos citar é o Facebook e outras grandes Redes Sociais. O Facebook é o que é hoje por causa do cadastro de clientes.

 

Tendo uma base de clientes fica muito mais fácil e barato trabalhar com um público alvo que você já conhece. Por isso fazer Ativação de clientes por meio de cadastros e a manutenção do mesmo é essencial.

 

É muito importante também acompanhar sempre como anda o seu ROI e dentro da internet isso é muito fácil de fazer, pois cada centavo investido pode ser acompanhado para ver aonde ele foi gasto e quanto ele retornou de lucro.

 

Procure sempre também ver como anda a sua Taxa de Conversão. Se possível olhe-a todos os dias. Para tais acompanhamentos, uma ferramenta gratuita muito boa é o Google Analytics. Lá é possível ver taxa de conversão, taxa de rejeição, número de visitantes, page views, tempo de permanência e outras informações relevantes.

 

Culturalmente no Brasil as pessoas apresentam um comportamento de muita insegurança ao realizar uma compra on-line, isso tende a mudar, mas pode ser um processo lento e para que você contribua com essa mudança, faça com que sua loja seja o mais transparente possível e passe segurança para quem estiver navegando.

 

Mas como fazer isso? Durante a navegação, mostre ao usuário que ele pode entrar em contato com sua empresa a qualquer momento, deixe números de telefone bem visíveis, além disso, permita que Cadeados de Segurança que certificam a fidedignidade do site também estejam sendo exibidos. Fazendo isso você vai mostrar que a pessoa está navegando em um Ambiente Seguro e o resultado será agregação de credibilidade a sua loja.

 

Outro fator importante a ser levado em consideração é que praticamente todos os usuários antes de fazerem uma compra acabam olhando os comentários sobre sua marca e a reputação da sua loja, vide Reclame Aqui. É nessas páginas de reclamação que a mágica acontece. Se o usuário procura comentários sobre sua loja e a busca dele retorna resultados negativos ou se quer nenhum resultado, pode ter certeza de que isso irá comprometer diretamente as suas vendas. Utilize essas páginas para mostrar como seu serviço é diferenciado e mencione todos os seus pontos fortes e faça um atendimento de qualidade.

 

 

Outra dica para aumentar sua conversão é o uso de uma Rolagem Vertical dentro da loja, ou seja, uma página que ao invés de ter numeração, vai carregando gradualmente os produtos. Isso pode ajudar, pois geralmente o cliente mal vai até a 3° página do produto que ele está buscando.

 

Ambiente sua loja de acordo com o tema dela. Por exemplo. A loja Netshoes vende produtos esportivos de vários times. Cada página, de cada time, vem com um tema diferente e personalizado.

 

Use pequenos atrativos para captar o e-mail do usuário. Deixe o cadastro de e-mails disponível em lugares estratégicos da sua loja. Ofereça descontos, cupons promocionais, frete grátis e qualquer subterfúgio que seja relevante para que você conquiste o contato via e-mail do cliente. Em longo prazo aquilo que você ofereceu como ‘brinde’ não vai te dar prejuízo, pelo contrário, irá te trazer um cliente fiel e segmentado. Através disso você pode trabalhar usando o E-mail Marketing. Faça testes com e-mails Marketing contendo mensagens diferentes para ver o que mais converte. Use o Google Analytics para acompanhar os pedidos.

 

Não distraia seu cliente. Muitas vezes alguns clientes se sentem coagidos a clicar em outra informação dentro da loja por conta de um banner que acaba ficando mais destacado que o produto que ele estava pesquisando. Claro, você até pode inserir informações adicionais a sua página e mostrar produtos relacionados, mas procure sempre dar ênfase na busca do usuário.

 

Dê mais atenção para as páginas que apresentam Taxa de Rejeição elevada. Nessas páginas são mostrados os dados de quanto tempo está sendo gasto em cada página visitada. Quando sua Taxa de Rejeição está muito alta, significa que o usuário entrou e saiu da página ou então não permaneceu o tempo vigente nela. Analise porque isso acontece e procure aprimorar essas páginas. Para ver sua Taxa de Rejeição, use o Google Analytics. Existe também uma ferramenta chamada Click Tail. Nela é possível ver o usuário navegando.

 

Capriche nas imagens do seu produto. Quanto mais fotos sobre o produto e com alta qualidade melhor. Ao aplicar isso você ganha um diferencial, pois grande parte das Lojas Virtuais brasileiras usam imagens pequenas e com qualidade questionável. Além disso, os clientes ficam mais a vontade ao comprar, pois é possível ver detalhes visuais sobre o produto, principalmente se for relacionado a moda, como por exemplo, detalhes de acabamento e costura. É como se através dos olhos o cliente pudesse ‘tatear visualmente’ um produto virtual.

 

Além de caprichar na imagem, não se esqueça da Descrição do Produto. Na parte de descrição ou detalhes, coloque todo tipo de informação relevante. Além de ajudar quem está comprando a tomar uma decisão, você colabora com os sistemas de buscas (Google, Bing, Yahoo e etc), pois na descrição podem ser adicionadas palavras-chave. Essa parte é tão importante que algumas empresas contratam redatores especializados somente para cuidar desse tipo de texto descritivo. Muitos caem na ilusão de que ‘isso da muito trabalho’. Sim, realmente da, mas o retorno vale o esforço e é totalmente satisfatório.

 

 

Procure deixar Plug-ins de Redes Sociais nos produtos como forma de comentários. Como já citado, muitos usuários ás vezes decidem se vão comprar ou não um produto de acordo com os comentários negativos e positivos. Mesmo que haja comentários negativos, jamais caia na besteira de apagá-los, isso pode gerar extrema revolta por parte dos usuários e essas coisas costumam se alastrar com facilidade na internet. Não fique receoso, ao invés disso posicione-se da melhor maneira possível e esclareça possíveis criticas. Isso irá ajudar sua empresa a se aprimorar em uma eventual Gestão de Crise e também ajuda a amadurecer cada vez mais.

 

Encurte o máximo possível o caminho entre o Cliente e o Fechamento da venda. Cerca de 60% das pessoas acabam desistindo da compra por achar o cadastro exaustivo até que ele consiga finalmente concluir sua compra, portanto aperfeiçoe este caminho da melhor maneira.

 

Otimize o Login do Usuário. Muitas lojas estão optando por usar as contas já existentes em Redes Sociais que estão em alta como login alternativo. Anualmente não raro entramos em uma loja e nos deparamos com a opção ‘Faça seu login direto do Facebook’. Temos também o Twitter como exemplo.

 

De ênfase na Recomendação de Produtos. Muitas lojas usam opções como: ‘Pessoas que compraram isso também compraram isso’, ou então ‘Produtos já visualizados’, ainda, ‘80% das pessoas preferiram comprar isto’. Além de aumentar o seu Mix de Produtos, possíveis dúvidas sobre o que comprar acabam cessando. Mas lembre-se, como já citado, não dê tanta ênfase a ponto de minar a busca que foi feita.

 

Se você decidir colocar um Chat on-line na sua loja faça com que ele funcione de verdade e seja eficiente.

 

Se você comercializa produtos que possuem medidas e dimensões diferentes procure usar ferramentas que ajuda o cliente a escolher o tamanho ideal. Por exemplo, a Tiffany é uma empresa focada no comércio de Jóias. Dentro do site deles existe uma ferramenta que ajuda o cliente a escolher o anel de tamanho ideal.

 

Trabalhe também em cima da Venda por Impulso. Se você possui poucos produtos em estoque e deseja vender eles o quanto antes, deixe essa informação bem transparente. Se o cliente estiver em dúvida se deve comprar agora ou não a sua mensagem juntamente com um preço especial ajudará ele a se decidir e fazer uma Compra por Impulso.

 

Otimize seu web site. Apesar de ser importante investir em imagens de qualidade nos produtos e nos banners, não deixe seu site sobrecarregado de maneira que ele se torne carnavalesco e canse os olhos. É possível atrelar imagens com boa resolução e qualidade a um web site rápido. Não tenha dúvidas, se as suas páginas estão demorando a carregar o usuário vai procurar seu concorrente.

 

 

Sobre Jurandir Gustavo Souza Nunes

Descendente de Índios Brasileiros. Grande admirador do Marketing, em especial o Digital e tudo o que ele é capaz de proporcionar. AdWords para min é um divertido e complexo Jogo de Estratégia. Depois que descobri essa ferramenta do Google me apaixonei e decidi entrar no Mundo dos Links Patrocinados de cabeça, sem arrependimentos.

Comentários
por Caio A Funcionário do Google
Julho 2014 - editado pela última vez Julho 2014

Excelente review,  Jurandir! Pintou no Twitter e Facebook do AdWords ontem!

 

por Alexandre Perez
Julho 2014

Muito bom o review Jurandir!

 

Manter um cliente fidelizado com certeza é mais barato do que buscar um novo e muitos e-commerces ainda não aprenderam, mas uma hora a ficha cai, rs.

por JurandirGustavo
Julho 2014

Opa, fico feliz em saber Caio! Tomara que isso possa ajudar muita gente por ai Smiley feliz

por RicardoFernande
Julho 2014

Sensacional Jurandir!

 

Conversão é uma forma de se pensar e agir - Não esta ligada diretamente ao investimento e nem pode colocar o AdWords como culpado caso algo dê errado - É só repensar tudo!