833 Usuários online agora
833 Usuários online agora
Bem-vindos à Comunidade Oficial do Google AdWords
star_border

[Intensivo de Natal] Oportunidades de fim de ano na indústria

Todos os dias nós lemos dezenas de artigos sobre marketing digital, mas sempre com foco no consumidor final. Justifica-se, 100% dos internautas são consumidores finais em potencial.

 

No entanto o comportamento deste internauta nem sempre é de consumidor final, e mesmo assim raríssimos são os casos de artigos escritos para o segmento B2B. E é este segmento que eu pretendo abordar neste artigo. Como as indústrias também podem se beneficiar com o Natal e com o Adwords?

 

Sabemos que de um modo geral, o Natal na indústria começa muito mais cedo, afinal, em novembro o produto tem de estar na vitrine, ou na estante. No entanto, eu gostaria de abordar aqui um segmento ainda mais específico da indústria, mas, que apresenta números fantásticos, o de máquinas e insumos para pequenos empreendedores.

 

Imagine quantos postos de trabalho temporário são abertos nos meses que antecedem o Natal. E destes, quantos são encerrados após as festas de final de ano? E quantos funcionários “veteranos” serão substituídos pelos “novatos”. Eis os números.

 

Segundo esta matéria da EBC, estava previsto para este ano cerca de 300 mil novas vagas só no comércio varejista. E isto que nessa estatística não entram as cnetenas de milhares de vagas informais. Para acompanhar este ciclo, a indústria também tende a contratar. Para este ano a expectativa era de um aumento de 5% em relação ao ano passado.

 

E nesta “bola de neve” muitos não serão efetivados e outros tantos serão substituídos e outros por sua vez aproveitarão as bonificações de final de ano para pedir demissão. Bem, uma parcela destas pessoas vão procurar outro emprego e continuar na “corrida dos ratos”.

 

Outros vão tentar iniciar seu próprio negócio, muitas vezes um sonho que vem sendo alimentado há tempo e com as bonificações de final de ano, será posto em prática. Existem centenas de publicações na internet falando sobre o espírito empreendedor do brasileiro.

 

E aí entra uma grande oportunidade para a indústria, afinal, o seu Zé, que vai ser demitido, ou que vai pedir demissão, vai querer começar um negócio próprio, e vai precisar comprar alguma máquina, um carrinho de cachorro-quente, ou de churrasquinho, ou um fogão industrial, ou mesmo uma geladeira convencional.

 

E é exatamente que aí está a oportunidade para as indústrias manterem suas vendas aquecidas mesmo após o Natal. Claro que isto, se o administrador da conta da fabricante do carrinho de cachorro quente, se antecipou, criou suas listas de remarketing em tempo hábil, configurou corretamente suas campanhas, escolheu corretamente suas palavras chave, configurou as segmentações corretamente, criou todas as extensões de anúncios possíveis, etc.

 

Mas espera aí. Como assim, vender após o Natal? Vamos pegar um exemplo hipotético de uma empresa VZS, fabricante de freezers e geladeiras, produtos tipicamente oferecidos ao consumidor final.

 

Pergunto: Porque a VZS, uma pequena industria, gastaria seus parcos recursos competindo com grandes playes do varejo por anúncios de geladeiras e freezers, normalmente pagando um CPC altíssimo. Quando poderia oferecer seus freezers a pequenos empreendedores que queiram abrir um bar ou uma lanchonete.

 

Raciocinando: O que a VZS poderia vender para consumidores finais no Natal, já foi vendido em setembro ou outubro. Porque não voltar a alavancar as vendas diretas em Dezembro? Como? Oferecendo, por exemplo, um “kit empreendedor”, composto de uma geladeira e um balcão frigorífico.

 

Como fazer? A primeira etapa nós já temos, que é identificar o público alvo, neste caso, pessoas que queiram iniciar um negócio próprio. A segunda é identificar quais os meus produtos que podem ser apresentados desta forma. Particularmente, eu gosto da idéia dos kits, conjuntos, pacotes, etc. porque eu posso vender mais de um item, e principalmente porque eu deixo de vender produtos e passo a vender idéias.

 

A terceira etapa, é a preparação e implementação das landing pages. É aqui que muitas campanhas decepcionam, em muitos casos temos um alto volume de cliques, um excelente CTR, campanhas bem configuradas, mas poucas conversões. E quase sempre o anunciante põe a culpa na Google ou no Adwords, quando o grande problema está em seu site.

 

Ao planejar as landing pages, tenha em mente seu objetivo principal, se for uma solicitação de orçamento, deixe o botão de orçamento bem visível. Aqui entra uma regra a qual eu chamo “não me faça pensar” (aliás, uma leitura bastante interessante é o livro Não me Faça Pensar). Se o visitante tiver de pensar muito para converter, ele vai se chatear e não vai completar a ação desejada.Use depoimentos, destaque os diferenciais dos produtos, ofereça um suporte diferenciado.

 

A quarta etapa é estruturar corretamente as campanhas. Em um exemplo hipotético, ao invés de ter uma palavra como “refrigerador 320 litros” que deve ter um CPC alto, eu posso ter “refrigerador para bar” com um CPC bem menor. E a partir daí os anúncios, ao invés de ter algo como:

 

 “Refrigerador em Oferta | vzs.com.br
www.vzs.com.br/Refrigeradores
Compre Agora Refrigerador em 12x c/ Frete Grátis*. Só na VZS!

 

Eu posso ter:

 

Refrigerador para Bar | vzs.com.br
www.vzs.com.br/negocioja
Compre Agora Refrigerador para Bar e Comece Hoje Seu Negócio!

 

Importante: Para este segmento é vital criar campanhas para a rede de display, visto que existem muitos, mas muitos sites que falam sobre empreendedorismo, dicas de negócios, etc.

 

Também não podemos esquecer o remarketing, que nestes casos ajuda muito. Crie anúncios diferenciados para as campanhas de remarketing, destaque ainda mais os diferenciais do seu produto, principalmente se for preço, ofereça condições especiais de pagamento.

 

E a partir daí se reinicia aquele ciclo infinito de análise, planejamento, implementação/correção/otimização, coleta de resultados e de volta à análise, etc.

 

Resumindo, existem oportunidades fora do caminho comum, basta que levantemos os olhos para vê-las.

 

Da minha parte por enquanto seria isso. Agradeço a todos que leram até aqui sem dormir.

Espero ter contribuído de alguma forma com a comunidade.

Havendo interesse por parte dos colegas profissionais e anunciantes, poderemos detalhar um pouco mais este artigo futuramente. Ou “filosofar” mais sobre a indústria e o Adwords.

Sobre Valderes Zimmer

Desenvolvedor, analista de links patrocinados, SEO, gestor de e-commerce analista de social media. Também lavo, seco, passo, dobro e guardo. :-)

Comentários
por PriscilaQ
Novembro 2012

Excelente artigo, Valderes! Parabéns!

por joao_autnog
Novembro 2012

Show de Bola!! Piscadela do robô

 

Obrigado pelo Artigo..

por FG
Novembro 2012

Show

por Valderes
Dezembro 2012

Olá.

 

Fico feliz que tenham gostado.

 

Meus agradecimentos a todos que teiverem gostado deste artigo, e aos que não gostaram também Smiley muito feliz e a estes últimos: por favor comentem, eu gostaria muito de ver outros pontos de vista.

Acredito que assim, todos evoluímos juntos.

Tags