Bate-papo e Feedback
1.1K Usuários online agora
1.1K Usuários online agora
Perguntas, ideias e feedback para a Comunidade: um espaço para assuntos não relacionados diretamente a AdWords, Analytics ou Google Meu Negócio. Para perguntas sobre produto, usar as comunidades
Guie-me
star_border
Responder

A importância do código SSL para qualquer tipo de site

Calouro ✭ ✭

Olá sou o Rodolfo, resolvi colocar esse post pois enfrentei um sério problema com SSL em minhas campanhas do AdWords esses dias e espero que vocês não cometam o mesmo erro...

 

A internet está se tornando um mecanismo muito importante para a publicidade. Porém essa maravilhosa oportunidade está atraindo criminosos na internet(senti na pele), que vão desde fraudadores, hackers e até terroristas cibernéticos. A grande preocupação das empresas nos dias de hoje é a segurança dessas transações online e cada vez mais se vê a importância de proteger sites e lojas virtuais.

Os certificados SSL, oferecem autenticidade, informando ao usuário que este site que ele realmente está acessando um conteúdo seguro, e também garante que, através de criptografia, os seus dados informados no site não poderão ser acessados antes que sejam descriptografadas.

 

Afinal o que é SSL?

 site seguro.jpg

SSL ( Secure Sockets Layer) é uma tecnologia de segurança que é usada em comum para fazer a codificação dos dados que estão trafegando entre o seu computador e o Website que você acessa. Este protocolo SSL, assegura que os dados que estão trafegando não sejam capturados ou mesmo alterados por algum criminoso online, tudo isso através de criptografia dos dados e isto passa mais segurança para os usuários nas transações de compra por exemplo, onde, são informados dados de cartão de crédito.

 

Como identificar um site / Loja Virtual que utiliza SSL

 

Um usuário, ao acessar um site que está utilizando o protocolo SSL, irá notar que na barra de endereço de seu navegador, que o endereço passa a ser https:// no lugar do http://, que é padrão. Junto a isso, a maior parte dos navegadores (por exemplo o internet explorer) mostram um cadeado na barra de status no rodapé do navegador (conforme a imagem abaixo).

 

Na presença deste cadeado, o usuário passa a ter mais tranquilidade, pois sabe que suas informações não poderão ser capturadas por pessoas mal intencionadas.

 

Como gerar um certificado SSL.

 

Para você poder utilizar um certificado digital SSL é preciso informar seus dados sobre a propriedade do site, como endereço, documentação e a pessoa de contato. Tendo esses dados, é feita a geração de um par de chaves de criptografia, que garantem a codificação dos dados. As chaves são: Chave privada, que ficará no servidor e Chave publica, que irá ser utilizada com as informações de cadastro para gerar um CSR (Certificate Signing Request).

 

O CSR é validado por uma autoridade certificadora (CA), comprovando a autencidade dos documentos e também confirmando a propriedade do site. A CA então gera o certificado definitivo, que precisa ser instalado pelo provedor contratado por você para a hospedagem de seu site.

 

Por que isso é importante para o Google ?

 

O Google afirmou em um comunicado no final de 2015 que passaria a indexar páginas HTTPS e “preferí-las” por padrão. O mesmo comunicado disse que o Google tem intensificado a promoção de páginas HTTPS por toda a parte, já que, ele entende, a experiência entre o usuário e o website deve ocorrer de forma privada sem que ambos tenham que lidar com ataques eavesdropping, man-in-the-middle ou modificação de dados.

 

Essa atitude do Google de promover o HTTPS começou há algum tempo: em 2014, por exemplo, o buscador já passou a testar o certificado digital SSL (que atribui a segurança à página) e usá-lo como critério de desempate para melhor posicionar uma página na busca.

 

Trocando em miúdos: se após avaliar a otimização (SEO) de duas páginas, as duas tiverem um perfil semelhante, o Google passou a optar pela página com o protocolo HTTPS para que esta aparecesse na busca antes da outra. Antes algo que ocorria como teste, agora como padrão.

 

O que isso revela é que há uma percepção cada vez mais profunda do Google sobre a importância do certificado de segurança em uma página. Claro, é natural: o Google sobrevive da experiência do usuário com os resultados e, se algum resultado exibido promover uma experiência negativa para este usuário, com a possibilidade dele sofrer ataques, isso acabaria abalando a experiência que ele teve não apenas com o site, mas também com o buscador. Nesse sentido, o

 

Google coloca a experiência do usuário no centro e promove a segurança como um fator prioritário entre as medidas que podem afetar – positiva ou negativamente (no caso da falta de segurança) – essa experiência.

 

No caso do Google, ele usará, entre outros aspectos, o SSL como um critério de desempate de páginas similares (HTTP e HTTPS). Durante a busca, seus algoritmos irão privilegiar (ou posicionar melhor) aquela página que possuir o certificado desde que:

 

● Ela não contenha dependências inseguras;

● Ela não possua links externos on-host para URLs HTTP;

● Ela não tiver um link canônico (rel=”canonical”) para uma página HTTP;

● O servidor possuir um certificado TLS válido;
● O sitemap listar a URL HTTPS ou não listar a versão HTTP da URL;
● Ela não redirecionar usuários para uma página HTTP insegura;
● Ela não tiver uma meta tag de “noindex”;
● Ela tiver bloqueada por um arquivo robots.txt;

 

Por isso, é muito provável que analistas de marketing passem a adotar o certificado de forma cada vez mais comum de agora em diante para poder posicionar melhor os sites e e-commerces que administram no buscador.

 

Até mais Smiley feliz e espero que tenha gostado desse conteúdo