Bate-papo e Feedback
204 Usuários online agora
204 Usuários online agora
Perguntas, ideias e feedback para a Comunidade: um espaço para assuntos não relacionados diretamente a AdWords, Analytics ou Google Meu Negócio. Para perguntas sobre produto, usar as comunidades
Guie-me
star_border
Responder

Você faz publicidade nos dispositivos móveis?

Calouro ✭ ✭

Com o aumento das possibilidades e plataformas de comunicação, é normal que o anunciante fique confuso sobre onde compensa investir e quais as vantagens das novas mídias. Neste artigo serão abordados alguns questionamentos sobre o mercado, os usuários, a aderência de compras via mobile e as melhores plataformas para anunciar, a fim de entender se é necessário fazer ou não anúncios em celulares e tablets e avaliar a relevância de trabalhar com linkspatrocinados nos dispositivos móveis. Para aqueles que ainda têm dúvida se vale a pena anunciar ou não nessa mídia, aqui vão algumas dicas e dados interessantes.

Primeiramente, como está a venda destes dispositivos no Brasil? Recentemente, a IDC Brasil divulgou um relatório sobre o segundo trimestre de 2013 no segmento de tablets, smartphones e celulares tradicionais, mostrando que, de abril a junho, foram comercializados 1,92 milhões destes dispositivos no país, representando um aumento de 151% em relação ao mesmo período de 2012. Os tablets estão conquistando ainda mais espaço no mercado de computadores, chegando a 35% do total e sendo superados apenas pelos notebooks 38%. Enquanto isso, osdesktops representam apenas 27%.

Pela primeira vez, as vendas de celulares inteligentes superaram a dos aparelhos tradicionais. Ainda de acordo com a IDC Brasil, de abril a junho foram vendidos aproximadamente 15 milhões de celulares no país. Deste total, 54% foramsmartphones, contra 46% de celulares tradicionais. O mercado total de celulares cresceu 3% no segundo trimestre comparado ao anterior. Enquanto as vendas desmartphones cresceram 110%, os celulares tradicionais tiveram uma retração de 35%.

 

Marketshare.JPG

 

Não é só o fato de uma pessoa ter um tablet ou celular que comprova que ela tem acesso à internet. Isso só demonstra o tamanho do possível mercado que podemos chegar a atingir nesse formato de publicidade. Observemos a estimativa do nosso público-alvo, indo mais a fundo nas pesquisas para descobrir o número de pessoas que hoje têm acesso à internet através dos dispositivos.

Em agosto deste ano, a Anatel divulgou que existem cerca de 270 milhões de linhas ativas na telefonia móvel só no Brasil e a banda larga móvel totalizou 85,31 milhões de acessos, dos quais quase 400 mil são terminais 4G. Esse número realmente expressivo nos leva a reflexão: Será que os meus clientes estão aí? Meus concorrentes estão?

Embora seja difícil afirmar que o seu cliente em potencial está inserido nesses números, uma quantidade cada vez maior de pessoas está finalizando suas compras via mobile. Prova disso é um relatório da Adyen, empresa global de pagamentos, que em seu mais recente índice Global de Pagamentos Mobilemostrou que transações de pagamentos móveis em sua plataforma, entre maio e agosto de 2013, cresceram 27% em todo o mundo, saltando de 13,8% do total de transações até o fim de abril para 17,5% em agosto. E os smartphones são os preferidos para compras móveis. O índice revelou que a porcentagem global de compras realizadas por meio de celulares e tablets subiram durante esse período (smartphones, de 6,5% para 9,2%; tablets, de 7,4% para 8,3%). Após uma análise destes relatórios, conseguimos constatar que o número de pessoas conectadas só tende a crescer e que parte dos consumidores já não só utiliza os dispositivos móveis para pesquisa de preços, como estão também finalizando suas compras através deles.

Observamos que o mercado mobile está numa crescente ótima e mudando cada vez mais o comportamento do nosso cliente no varejo online. Um dos principais motivos de estar inserido na publicidade em dispositivos móveis são as novas oportunidades proporcionadas aos anunciantes de alcançar os clientes a qualquer momento e em qualquer lugar. O fato é que agora devemos destinar uma parte de nosso orçamento diário visando campanhas para celulares, tablets e smartphonesa fim de não se ausentar do dia a dia deste “novo cliente”.

 

 

Escritor: Fernando Garcia

Revisão: Adam Junqueira e Davi Romero

Ilustrador: Lucas Haruo

 

Especialistas responderamverified_user

Re: Você faz publicidade nos dispositivos móveis?

Funcionário do Google
Olá Fernando,

Muito legal seu post!!

Complementando, existe um outro post que fala bastante sobre uso de aparelhos móveis para negócios locais. Confira!

https://www.pt.adwords-community.com/t5/Primeiros-Passos/Dispositivos-M%C3%B3veis-e-Neg%C3%B3cios-Lo...

Um abraço,

Alan
------------------------------------------------------------------------------------------------
O Adwords também está nas redes sociais! Confira!

Google+: www.google.com/+GoogleParaSeuNegocio
Facebook: www.facebook.com/adwords
Twitter: @GoogleAdWordsBR

você pode me ajudar ?

Calouro ✭

depois de muito tempo acabi descobrindo sem querer que meu anúncio nao aparece em celulares,usei uma campanha ja existente, criei anúncio, rede de display,meu anúncio é segmentado por região,selecionei todos os dispositivos, escolhi aquela opção que aparece o telefone para cliente cligar,o anúncio esta la, aprovado, mas não gera visualizações no celular,nas palavras chaves só tem diagn para você ver se esta aparecendo em comp e notebook, ja fiz tudo que encontrei e nada.O que faço ?

 

Ja tentei criar uma campanha separada só para dispositivos móveis, tambem nao consegui nada.

 

abraço .

Re: você pode me ajudar ?

Calouro ✭ ✭
Você já confirmou se suas palavras chaves são procuradas frequentemente?
http://www.google.com.br/trends/

Se as pessoas não digitarem elas, realmente seu anúncio não será visualizado.
Outro problema para falta de impressões pode ser o seu Adrank.