AdWords
669 Usuários online agora
669 Usuários online agora
Novo anunciante do AdWords? Pergunte sobre configurações de campanha, e gerenciamento de contas. Aprenda como começar a anunciar, saiba mais sobre estruturar suas campanhas, orçamento e muito mais
Guie-me
star_border
Responder

Primeiros passos para estruturar uma conta para o mercado de educação

Funcionário do Google

Oi, galera! Eu sou o Thiago, especialista online do Google, e esse é o meu primeiro post aqui na Comunidade. Estou super feliz de poder trocar minhas experiências com vocês e queria muito estimular uma discussão bacana sobre o mercado de educação.

 

O setor possui diversas categorias como, por exemplo, centros universitários, escolas técnicas, escolas de idiomas, cursos livres, preparatórios para vestibular e muitos outros. E, justamente por serem diferentes, precisam ser tratados de tal maneira. Vou mostrar pra vocês como eu trabalho pra conseguir atuar dessa forma.

 

A minha ideia aqui é mostrar como o AdWords pode ajudar você, que atua na área, atingir os seus objetivos e como estruturar a sua campanha e grupos de anúncios.

 

A primeira coisa que eu costumo sugerir para os meus clientes é olhar para o seu próprio negócio e entender como a empresa está estruturada. Então aqui vão algumas perguntas pra exemplificar como devem ser estes questionamentos: os cursos que nós oferecemos são de uma mesma categoria? Os nossos cursos têm um público-alvo semelhante ou eles são totalmente diferentes?

 

Vou ilustrar isso que estou falando com um exemplo: imagine uma escola que possui cursos técnico-profissionalizantes para as áreas administrativa e contábil e também cursos de idiomas (inglês e espanhol).

 

São produtos diferentes e com públicos-alvo que também devem ser distintos. Então, a primeira coisa que eu faria, seria dividir minhas campanhas em quatro: cursos de administração, cursos de contabilidade, cursos de inglês e cursos de espanhol. Fazendo essa estruturação eu poderia mexer em todas as minhas configurações separadamente, de acordo com a minha estratégia e necessidade para cada um dos meus produtos.

 

Vamos dizer que os cursos de inglês sejam o meu foco de atuação e a minha maior fonte de receita, ainda em crescimento: vou utilizar um orçamento diário um pouquinho superior à média das outras campanhas. Agora pense que os cursos de contabilidade foram criados para obter lucro a partir de salas que não estavam sendo utilizadas e que as vagas são um pouco mais limitadas: não farei um investimento diário tão alto. Pensem sempre dessa forma e, se tiverem alguma dúvida, perguntem aqui que a gente vai sempre se ajudar.

 

Feito isso, é hora de começar a trabalhar os grupos de anúncios. Vamos pensar agora como os produtos da nossa empresa fictícia são estruturados e como o nosso público-alvo se relaciona com tal estrutura.

 

Vou explicar melhor. No caso dos cursos de inglês, de início parece que é tudo a mesma coisa, e é aí que muita gente se enrola.

 

Ao invés de criar apenas um grupo, nós poderíamos fazer a divisão de acordo com o que o público-alvo busca dentro dessa área que é super ampla. Por exemplo: cursos rápidos, preparatórios para TOEFL, conversação, cursos regulares, etc; e vamos trabalhar as nossas palavras-chave e os anúncios, dentro de cada grupo, de forma a entregar a mensagem certa para a pessoa certa. No fim das contas, isso é o que vai aumentar as nossas chances de sucesso.

 

Pra finalizar, vamos pensar nos cursos técnicos de administração. Por que não criar grupos de acordo com as várias sub-áreas como por exemplo: geral, RH, vendas, etc? A intenção aqui é mostrar que existe uma segunda abordagem para a criação de grupos de anúncios e que também vai ajudar a entrega do conteúdo correto pros nossos clientes.

 

Galera, existem muitas maneiras de fazer essa estruturação e eu queria saber o que vocês pensam sobre isso tudo. Dividam suas ideias!


Um abração pra todo mundo.

Especialistas responderamverified_user

Oi Thiago, Parabéns pelo post! Penso da mesma forma. Na á...

Aprendiz ✭ ✭ ✭
Oi Thiago,

Parabéns pelo post!

Penso da mesma forma. Na área de educação, estruturaria uma conta de uma escola dividindo os cursos em campanhas. Com isso, é possível otimizar a verba , calculando o ROI de cada curso, cruzando as informações com o financeiro do colégio, em número de matrículas.

Ainda tem o diferencial de que , quando se trata de cursos, um clique pode representar uma conversão de até um ano de mensalidades, ou até mesmo 4, 5 anos, pois uma parte dos alunos continuam no colégio ou faculdade.

Depois de criarmos campanhas, iríamos para o grupo de anúncios. Concordo novamente. Alguns cursos tem subtemas, e poderiam ser divididos nos grupos de anúncios. Mesmo que não tenham subtemas, interessante também separar os grupos de anúncios por palavras-chave relevantes as landing-pages ( páginas de destino). Pode ser que um curso específico tenha que ter mais de uma landing, pois é procurado pelo usuário com termos diferentes. ( Ex. Curso de Gastronomia, Curso de Culinária).

Os banners na Rede de Display vinculados a sites relevantes, vídeos no Youtube mostrando um pouco da parte prática do Curso, etc.

São várias possibilidades.

Eu particularmente gosto muito de trabalhar com o Adwords em empresas de serviços.


Um abraço!

Iguana Ag
agenciaiguana.com.br

Eu penso que neste negócio de ensino, vídeos no Youtube s...

Estrela em Ascensão
Eu penso que neste negócio de ensino, vídeos no Youtube são indispensáveis.

Mas não vídeos simples, devemos pensar na produção de vídeos como uma produtora profissional com um bom professor falando, uma boa captação de aúdio, boa qualidade de vídeo e até legendas. Promovendo curtas amostras da instiuição de ensino.

Sabendo que o Youtube é o segundo maior buscador de conteúdos, não vejo motivos para não produzir este material...
_ _ _ _ _
Att Ricardo Fernandes


Estrutura de conta

Principal Colaborador

Oi Pessoal, como estão?

 

Gostaria de escrever algo que julgo bastante importante quando falamos de estrutura, e isso vale para todos os mercado, não somente o mercado de educação.

 

O Adwords é uma ferramenta incrível que permite a você uma flexibilidade incrível na hora de estruturar tudo. Seria como duas pessoas diferentes dirigirem o mesmo carro, algumas farão coisas diferentes, que fará com o que o carro de comporte de maneira diferente também.

 

Retornando ao Adwords, vejo que é de EXTREMA importância pensar muito na estrutura, principalmente nos temas que irá se trabalhar.

 

Utilizando o exemplo que o Thiago deu, onde temos um curso sobre ensino de inglês, conversação, e também coisas relacionadas ao TOEFL, se você deseja maximar o resultado de cada um desses "temas", é preciso que cada um deles esteja em uma campanha diferente para que se possa ter um controle diferente. O motivo está na profundidade dos temas e nos seus respectivos volumes de busca. 

 

Uma campanha que possui dentro grupos referentes a "Curso de Inglês", "Conversação" e também "TOEFL" irá gerar resultados, porém, os dois primeiros grupos são mais amplos e possuem muito mais demanda do que o grupo referente ao exame do TOEFL por exemplo. Isso muitas vezes faz com que a sua campanha atinga o orçamento diário, e então, as pessoas que estão buscando por TOEFL, que é um assunto bem mais específico, não visualizarão o seu anúncio, pois provavelmente a demanda dos dois primeiros grupos que são mais amplos, consumirá a verba.

 

É importante SEMPRE pensar em como os temas abordados podem ser distribuídos entre Campanhas/Grupos para que não se canibalizem. No caso de TOEFL, a demanda é menor em relação as palavras genéricas, porém a profundidade do assunto já é maior, o que faz como que esse usuário tenha uma propensão maior a um clique ou até mesmo uma conversão. Não deixe TOEFL ficar nas sombras das outras campanhas.

 

Como citei no início, vejo que isso serve para todos os mercados. Se parar para pensar em um varejo por exemplo, onde podemos ter geladeiras de diversas marcas, e os modelos das diferentes geladeiras dessas marcas, procure separar uma campanha mais genérica, contendo apenas coisas relacionadas a "geladeira marca xxxx", e uma outra campanha para os modelos dessa marca XXXX. Isso é importante, pois a pesquisa por um modelo específico não possui grande demanda, porém, o usuário já está provavelmente, muito mais propenso a compra do que um outro que busca por "geladeira" ou "geladeira marca xxxx".

 

Esse pensamento deveria servir de mindset principalmente para as famosas palavras long tail.

 

Fica ai meu ponto de vista.

 

Abraços,

Oi, Luis, Muito legal a sua resposta, cara! Eu já usei es...

Funcionário do Google
Oi, Luis,

Muito legal a sua resposta, cara! Eu já usei esse racional de que uma conversão pode significar, às vezes, 4 ou 5 anos de mensalidade. O cliente adorou isso. Achei maneiríssima a sua resposta!

Sucesso!

Ricardo, eu acho que vídeo sempre agrega um excelente val...

Funcionário do Google
Ricardo, eu acho que vídeo sempre agrega um excelente valor a [quase] qualquer tipo de promoção. É um recurso super completo (imagem + som + texto), que permite você vender seu produto de forma muito mais convincente. Acho que no caso da educação isso tem um peso muito grande, pois é uma compra comparada e, geralmente, uma decisão pra longo prazo. Valeu por compartilhar tua idéia. Adorei!

Fala aí, Leandro Também acho que o AW é uma ferramenta fa...

Funcionário do Google
Fala aí, Leandro

Também acho que o AW é uma ferramenta fantástica e têm várias formas de se conduzir o "veículo". Acho justamente que esse modus operandi a torna uma ferramenta incrível.

E sim, o racional para estruturar uma conta vai se aplicar a quase todos os mercados e justamente a diferença entre os mercados vai mudar a maneira como vamos programar a ferramenta.

Com este post quis mostrar como podemos ir muito além de simplesmente fazer divisões super amplas como, por exemplo, cursos de ingles, que é o que já vi nas contas de muitos anunciantes que encararam estas dicas como sendo algo de grande valor.

Grande abraço e muito sucesso!