AdWords
314 Usuários online agora
314 Usuários online agora
Novo anunciante do AdWords? Pergunte sobre configurações de campanha, e gerenciamento de contas. Aprenda como começar a anunciar, saiba mais sobre estruturar suas campanhas, orçamento e muito mais
Guie-me
star_border
Responder

Sou arquiteto e meus serviços dependem de indicação e arte. O AdWords pode me ajudar?

Calouro ✭

Os serviços de arquitetura são muito personalizados e por isso dependem muito de contatos tipo boca-a-boca.

Será que o AdWords tem a capacidade de atingir um público seleto, tipo loteamentos residenciais de alto padrão, por ex.?

Especialistas responderamverified_user

Re: Sou arquiteto e meus serviços dependem de indicação e arte. O AdWords pode me ajudar?

Mestre ✭ ✭
José, eu acredito que possa sim, claro que a campanha precisa ser bem otimizada, mas, talvez trabalhar com palavras exatas para algumas expressões podem ajudar também.

O Google sempre dá retorno, precisa ver se é suficiente para o seu mercado, mas, vale muito testar a ferramenta, mas, precisa de um bom conhecimento para isso.
--- Danilo Peres
Não é quem eu sou por dentro e sim, o que eu faço é que me define. - Batman Begins

Re: Sou arquiteto e meus serviços dependem de indicação e arte. O AdWords pode me ajudar?

Estudante ✭
Olá José Luis, tudo bem? Boa pergunta, na verdade depende de alguns fatores que vão desde a segmentação, palavras-chave, canais (sites) que você usa na campanha até a landing page (seu site). No Adwords existem vários tipos de segmentações de anúncios desde a pesquisa a rede de display. A sua página diz muito sobre o seu negócio e uma das formas de dar credibilidade seria colocar projetos reais que você desenvolveu com depoimentos de clientes, certificações e etc... Você não vai conseguir de um dia para o outro atingir exatamente o público que você deseja, isso terá que ser construido ao longo da campanha. No Adwords é possível extrair vários relatórios para ajudar você a conseguir os resultados pretendidos. Tentei dar uma ajuda inicial, claro que existem vários outros fatores. Abs!
Alexandre A. Borges

Re: Sou arquiteto e meus serviços dependem de indicação e arte. O AdWords pode me ajudar?

Principal Colaborador
José no seu caso é trabalhar a combinação de segmentação da região a onde o seu anúncio vai ser exibido, com um texto do anúncio detalhado que filtre o público fora do esperado.

Por exemplo tenho alguns clientes que são direcionados a bairros especificos, o AdWords aqui no Brasil ainda não consegue uma segmentação tão precisa, então eu faço a segmentação pela cidade que quero e combino o texto do anúncio com a menção do bairro, e palavras-chave tanto com como sem o nome do bairro

Re: Sou arquiteto e meus serviços dependem de indicação e arte. O AdWords pode me ajudar?

[ Editado ]
Principal Colaborador

Ola Jose

Sim, o AdWords tem essa capacidade como poucas ferramentas online conseguem ter.

Em uma campanha de pesquisa, a chave é perceber se o seu publico alvo pesquisa pelo serviço que oferece ou problema que resolve e qual o padrao(se e que existe) de pesquisa.

Existem serviços que pela sua natureza, obrigam a maior cuidados e que podem nao funcionar no AdWords. Nao tenho ilusões que me façam pensar que o AdWords é a melhor ou mais eficaz ferramenta de divulgaçao para todos os negócios!

Acredito que o seu caso seja sim um desafio para você, dado que me parece que esta vocacionado para um nicho dentro do ramo da arquitectura em geral. O primeiro passo é tentar colocar -se na pele do seu potencial cliente e perceber o que pesquisaria no Google para achar empresas como a sua!? Depois com a ajuda da ferramenta de palavras chave comece a perceber se existe procura e que termos conseguem ser mais especificos e por ai vai.

Sem testar, nao vai conseguir perceber se o AdWords traz resultados ou retorno para a sua empresa.

Estamos por cá, Boa sorte!

Deixo link com algumas dicas:
https://support.google.com/adwords/answer/2453981?hl=pt-BR

A minha resposta foi útil? Se sim, marque-a como a "Melhor resposta".
Nuno Mota
google + "Não podemos prever o futuro, mas podemos criá-lo (Paul Pilzer)"

Google