O Google AdWords agora se chama Google Ads. O novo nome reflete todas as opções de publicidade que oferecemos na rede de pesquisa, na Rede de Display, no YouTube e muito mais. Saiba mais

Ads
428 Usuários online agora
428 Usuários online agora
Otimização de ROI, CTR, índice de Qualidade, segmentação, página de destino.
Guie-me
star_border
Responder

Dicas de estratégias para campanhas de e-commerce

Graduado ✭ ✭

Olá pessoal,

 

tenho algumas contas que gerencio de alguns e-commerces (de variados segmentos) que chegaram num ponto onde estou revendo as estratégias.

 

Baseado em dados de conversão, percebo que no segmento de móveis, por exemplo, os usuários se apegam muito à marca do fabricante (a maioria das conversões se dá com a citação da marca do fabricante).

 

Gostaria de saber se vocês seguem aluma metodologia específica para as campanhas de e-commerce e principalmente se utilizam ferramentas de palavras-chave (fora a do próprio adwords) para amplificar as keywords de suas campanhas!

 

Caso possam compartilhar, seria muito interessante e ajudaria no desenvolvimento do meu trabalho, afinal, não basta levarmos tráfego para os e-commerces, a questão é o que desse tráfego converte e como converte, para que possamos aplicar para os demais casos.

 

Obrigado!

Especialistas responderamverified_user
1 SOLUÇÃO ACEITA

Soluções aceitas
Marcado como Melhor Resposta.
Solução
Aceita por Gravity (Principal Colaborador)
Setembro 2015

Estratégias para E-commerce

Principal Colaborador

Olá Felipe, como vai?

 

Quando se trata em campanhas de E-commerce, na verdade, não somente isso, mas no mercado num geral, é bem comum ter o nome do fabricante e também o nome do modelo do produto nas palavras com as maiores taxas de conversão. Seria como um funil, onde o usuário tem o interesse por um produto, porém não conhece as marcas e modelos, e depois que vai pesquisando, vai criando o interesse por marcas e modelos diferentes. É um processo natural. Com isso, sempre tenha em suas campanhas as palavras genéricas ("notebook" ou "notebook XXXX") e também as chamadas palavras longtail, que são palavras já bem aprofundadas e com maior nível de informações ("notebook XXX processador i7 16gb memória").

 

Com relação as palavras, dentro do Adwords existe o relatório de Consulta da Pesquisa, que é muitas vezes desconhecida ou esquecida pelos anunciantes. Esse relatório mostra as palavras que acionaram os seus anúncios e que geraram pelo menos um clique, mas que não são necessariamente as palavras que você tem na campanha. São palavras similares as suas, que acionaram as da sua campanha. Essa é uma ÓTIMA forma de você descobrir novas palavras, sejam elas positivas, ou palavras negativas. Você pode acessar esse relatório navegando até a aba "Palavras-chave" do seu grupo, e lá achar o botão chamado de "Detalhes", e clicando nele, selecionando "Todos". Lembre-se, esse relatório mostra as palavras que acionaram os seus anúncios. Você irá encontrar palavras que já possui (e pode ser que tenha sido acionada em uma correspondência diferente) e as que não possui, então sempre fique de olho. Importante dizer que esse relatório precisa de alguns dias de análise, então não adianta puxar os dados desse relatório somente do dia anterior. Costumo puxar de 7 dias ou mais para trás.

 

Além do relatório acima, existe a já não tão nova ferramenta Planejador de Palavras.

 

Outra forma de descobrir novas palavras é utilizando o Preenchimento Automático do Google, aquela funcionalidade onde você começa a digitar uma busca e ele te mostra opções de palavras? Essa é uma boa forma de analisar novas palavras. Você pode entender mais sobre essa funcionalidade aqui: https://support.google.com/websearch/answer/106230?hl=pt-BR

 

Uma forma de descobrir novas palavras também é utilizando o texto que você possui no seu site. Muitas vezes isso acaba sendo ignorado, porém lá, no conteúdo do seu site, na descrição de um produto por exemplo, é possível achar novas palavras também.

 

No final das contas, você deve sempre lembrar do funil, onde o usuário segue o processo natural de procurar por um produto ou marca em específico, então SEMPRE tenha o nome da sua empresa e a marca dos seus produtos anunciados, caso contrário, você estará perdendo tráfego.

 

Não basta ter uma estrutura concreta se você não direcionar o usuário para a página correta, então tenta ser o mais assertivo possível. Se o usuário está procurando "óculos xxxx amarelo" não adianta direcionar ele para uma página com óculos de diversas cores (adiantar, adianta, mas é muito melhor enviar o usuário para a página com o óculos da marca XXX da cor amarela). Dessa forma, você diminui o caminho que ele precisa fazer dentro do seu site.

 

O segredo no final está em ter o maior número de palavras long tail possível. São palavras que não terão um volume de tráfego tão alto quando palavras genéricas, mas que definitivamente possuem uma qualidade infinitamente maior e um usuário com maior propensão de compra/conversão.

 

Espero ter ajudado.

 

Abraços,

Leandro Martinez | Basta1Click - Consultoria AdWords | Ícone Basta1ClickÍcone FacebookÍcone YouTubeÍcone Linkedin

Recebeu uma resposta que foi útil? Marque-a como solução clicando no botão "Aceitar como Solução" e ajude a nossa comunidade.

Exibir solução no post original

Marcado como Melhor Resposta.
Solução
Aceita por Gravity (Principal Colaborador)
Setembro 2015

Estratégias para E-commerce

Principal Colaborador

Olá Felipe, como vai?

 

Quando se trata em campanhas de E-commerce, na verdade, não somente isso, mas no mercado num geral, é bem comum ter o nome do fabricante e também o nome do modelo do produto nas palavras com as maiores taxas de conversão. Seria como um funil, onde o usuário tem o interesse por um produto, porém não conhece as marcas e modelos, e depois que vai pesquisando, vai criando o interesse por marcas e modelos diferentes. É um processo natural. Com isso, sempre tenha em suas campanhas as palavras genéricas ("notebook" ou "notebook XXXX") e também as chamadas palavras longtail, que são palavras já bem aprofundadas e com maior nível de informações ("notebook XXX processador i7 16gb memória").

 

Com relação as palavras, dentro do Adwords existe o relatório de Consulta da Pesquisa, que é muitas vezes desconhecida ou esquecida pelos anunciantes. Esse relatório mostra as palavras que acionaram os seus anúncios e que geraram pelo menos um clique, mas que não são necessariamente as palavras que você tem na campanha. São palavras similares as suas, que acionaram as da sua campanha. Essa é uma ÓTIMA forma de você descobrir novas palavras, sejam elas positivas, ou palavras negativas. Você pode acessar esse relatório navegando até a aba "Palavras-chave" do seu grupo, e lá achar o botão chamado de "Detalhes", e clicando nele, selecionando "Todos". Lembre-se, esse relatório mostra as palavras que acionaram os seus anúncios. Você irá encontrar palavras que já possui (e pode ser que tenha sido acionada em uma correspondência diferente) e as que não possui, então sempre fique de olho. Importante dizer que esse relatório precisa de alguns dias de análise, então não adianta puxar os dados desse relatório somente do dia anterior. Costumo puxar de 7 dias ou mais para trás.

 

Além do relatório acima, existe a já não tão nova ferramenta Planejador de Palavras.

 

Outra forma de descobrir novas palavras é utilizando o Preenchimento Automático do Google, aquela funcionalidade onde você começa a digitar uma busca e ele te mostra opções de palavras? Essa é uma boa forma de analisar novas palavras. Você pode entender mais sobre essa funcionalidade aqui: https://support.google.com/websearch/answer/106230?hl=pt-BR

 

Uma forma de descobrir novas palavras também é utilizando o texto que você possui no seu site. Muitas vezes isso acaba sendo ignorado, porém lá, no conteúdo do seu site, na descrição de um produto por exemplo, é possível achar novas palavras também.

 

No final das contas, você deve sempre lembrar do funil, onde o usuário segue o processo natural de procurar por um produto ou marca em específico, então SEMPRE tenha o nome da sua empresa e a marca dos seus produtos anunciados, caso contrário, você estará perdendo tráfego.

 

Não basta ter uma estrutura concreta se você não direcionar o usuário para a página correta, então tenta ser o mais assertivo possível. Se o usuário está procurando "óculos xxxx amarelo" não adianta direcionar ele para uma página com óculos de diversas cores (adiantar, adianta, mas é muito melhor enviar o usuário para a página com o óculos da marca XXX da cor amarela). Dessa forma, você diminui o caminho que ele precisa fazer dentro do seu site.

 

O segredo no final está em ter o maior número de palavras long tail possível. São palavras que não terão um volume de tráfego tão alto quando palavras genéricas, mas que definitivamente possuem uma qualidade infinitamente maior e um usuário com maior propensão de compra/conversão.

 

Espero ter ajudado.

 

Abraços,

Leandro Martinez | Basta1Click - Consultoria AdWords | Ícone Basta1ClickÍcone FacebookÍcone YouTubeÍcone Linkedin

Recebeu uma resposta que foi útil? Marque-a como solução clicando no botão "Aceitar como Solução" e ajude a nossa comunidade.

Olá Felipe, Eu uso muito os TERMOS DE PESQUISA dos usuári...

Graduado ✭ ✭ ✭
Olá Felipe,
Eu uso muito os TERMOS DE PESQUISA dos usuários para adicionar palavras, e estas acabam valendo para CTRs mais elevadas, e até mesmo como Branding em palavras que nem sempre viram conversão.

E ainda o FUNIL DE PESQUISA, na aba CONVERSOES pode te dar um bom relatório de como estes estão sendo convertidos.

E eu não uso outros programas alem do Editor... abs!

Leandro, muito bacana tudo que você compartilhou. Eu já c...

Graduado ✭ ✭
Leandro,

muito bacana tudo que você compartilhou.

Eu já conheço e uso bastante os termos de pesquisa, de fato ele ajuda a filtrarmos palavras que não nos interessam (negativas) e a amplificarmos com novos termos que acionaram os anúncios.

Quanto a landing page, também tomo esse cuidado e sempre que posso utilizo landing pages para grupos de palavras.

Muito obrigado!

Valeu Daniel, obrigado pelo retorno!

Graduado ✭ ✭
Valeu Daniel,

obrigado pelo retorno!

Re: Olá Felipe, Eu uso muito os TERMOS DE PESQUISA dos usuári...

Calouro ✭
sim