AdWords
474 Usuários online agora
474 Usuários online agora
Otimização de ROI, CTR, índice de Qualidade, segmentação, página de destino.
Guie-me
star_border
Responder

Melhor correspondência

Calouro ✭

Pessoal,

 

Andei pesquisando sobre o assunto, mas não encontrei ninguém que debate sobre e gostaria de saber a opinião de vocês para o uso das correspondências de palavra-chave.

 

Que o Google AdWords gera muito tráfego e leads não podemos negar. O grande desafio é receber esse tráfego e conversões pagando pouco pelo clique, gerando a campanha rentável. Mas, além do índice de qualidade atribuído a cada palavra-chave que sem dúvidas é muito importante para a redução de CPC, eu acredito que o modo como adicionamos ela faz diferença no CPC cobrado.

 

Eu acredito que se um termo que é buscado é ativado por uma palavra-chave em frase ou ampla, adicionando esse mesmo termo em de forma exata eu pagarei menos pelo mesmo clique futuramente. Vocês concordam?

 

Minha estratégia basicamente é: Adicionar uma palavra-chave "mestre" que de alguma forma puxe todas as buscas que eu espero mostrar meu anúncio, e em seguida vou adicionando (ou negativando) em exata cada termo de busca feito. Exemplo:

 

Campanha: Busca de Carro + Cor

Grupo de anúncio: Carro Vermelho

Palavra "mestre": +carro +vermelho

Termos que pesquisa adicionados: [comprar carros vermelhos], [carro zero vermelho], [carros vermelhos], [onde comprar carro cor vermelha], etc.

 

Nesses casos, não uso a palavra mestre em modo ampla. Acredito que perdemos totalmente o controle das buscas que serão ativadas por essa correspondência pois o Google pode entender que existem centenas de variações aproximadas, e que mesmo com trabalho de negativação é difícil controlar.

 

Alguém também usa essa estratégia? Se não; Alguém gostaria de compartilhar uma técnica diferente?

Especialistas responderamverified_user

Re: Melhor correspondência

Principal Colaborador
Não concordo, a forma de trabalhar as correspondências no meu ponto de vista é uma forma de você identificar de forma mais precisa seu público-alvo, mas não existe uma regra que dia que você vai encontrar sempre seu público em uma determinada correspondência.

Além disso existe uma outra questão o custo da palavra pode variar de uma correspondência para outra, nem sempre a exata ou a de frase saem mais baratas dependendo do número de concorrentes diretos que ela venha a ter.

O que diminui o custo de uma campanha é o melhor histórico e qualidade que essa campanha vai ter e para isso você precisa ter palavras o mais relevante possível para o conjunto Palavra-chave + Anúncio + Site.

Enfim o AdWords não é bolo, não tem uma forma exata, o que funciona para uma campanha, não necessariamente funciona para outro, o que leva a otimização é você testar identificar a melhor forma e saber o momento certo de testar novas estratégias.

Não recomendo se prender a uma única estratégia, pois a probabilidade de errar em muitas contas é grande

Re: Melhor correspondência

Principal Colaborador

Oi Inacio, como vai?

 

Gostei muito da discussão, deixo abaixo a minha contribuição.

 

Pessoalmente, acredito que não devemos nos restringir somente a um ou dois tipos de correspondências. O Adwords é o tipo de ferramenta que possui muitos pequenos detalhes, que no final, somados, compõe o todo. Sou da linha em que devemos usar todos os tipos de correspondências dentro da nossa estratégia, claro, que sempre otimizando e buscando melhorias.

 

Pensando um pouco na estratégia que você citou, eu trabalharia um pouco diferente. Quando você usa o modo Ampla Modificada como palavra mestre, automaticamente as suas buscas já ficam mais restritas (que nesse caso é o seu objetivo) e a partir da mestre, você pega as variações. Vejo que no exemplo que você citou, as variações são coisas que você já poderia incluir, na hora de construir a sua lista. Digo, a palavra mestre e as suas variações, nesse caso, não estão tão distantes umas das outras.

 

Particularmente, prefiro usar a palavra em Ampla, mas de um modo um pouco mais restrito, seja via lance de CPC mais baixo, ou ela isolada em um grupo/campanha com orçamento também limitado, ou então com restrição de horário para a veiculação.

 

Penso que a idéia de usar o relatório de termos de pesquisa para descobrir novas palavras (positivas ou negativas), seja mais para vermos os termos em que NÃO PENSARÍAMOS de forma natural, algo como "eu nunca ia ter pensado nisso" ou  então "nunca imaginei que ESSA palavra seria ligada ao meu produto/serviço". 

 

Gosto bastante da técnica de combinar correspondências, pois usar somente exata, pode ser um risco, já que o comportamento de busca, muda a todo instante, principalmente por fatores que não estão ao nosso alcance (como a mídia fora do Google), e talvez usando somente exata, haja um trabalho muito grande ou então não dê para notar a mudança no comportamento, ai que entra as outras correspondências.

 

A idéia de usar a palavra mestre como ampla, no começo, é um pouco difícil, mas depois de um tempo, feito corretamente, utilizando as palavras negativas que mais consumiam clique, essa palavra que está como ampla, será naturalmente mais restrita, fornecendo informações valiosas.

 

Fica aqui a minha contribuição e minha maneira de pensar.

 

Abraços,

 

Re: Melhor correspondência

Estrela em Ascensão
Vou concordar com os meus colegas, principalmente a menção do Antônio referente às correspondências, você pode ter a palavra em formato Exata muito mais caro que o normal.

A correspondência é muito útil para de fato seu filtro, às vezes uma certa expressão é muito ampla para vários mercados, utilizar ela como frase ou exata ajudará a filtrar e trazer o seu público como outra pode ser melhor Ampla Modificada, em si a correspondência não é uma forma da palavra ser melhor ou pior, é uma forma de você conseguir focar sua estratégia tendo dentro da sua campanha um objetivo mais definido.
--- Danilo Peres
Não é quem eu sou por dentro e sim, o que eu faço é que me define. - Batman Begins