Partners
415 Usuários online agora
415 Usuários online agora
Enfrentando problemas? Converse com a gente sobre prospecção e como gerir melhor suas atividades
Guie-me
star_border
Responder

Mensurar de onde veio o e-mail

Estrela em Ascensão

Pessoal estou precisando de uma dica. Um cliente divulga em vários canais seu e-mail de contato. Exemplo: contato@....

 

Ele promove esse e-mail nas redes sociais, e também em seu website. Ele me questionou que gostaria de mensurar de quais canais os e-mails estão sendo originados. 

 

Especialmente para o site eu sugeri criar um botão do tipo "clique aqui para enviar um e-mail direto". Quando a pessoa clica, abre o programa de envio de email da pessoa interessada em fazer contato. ( outlook, etc..)

 

Nesse botão será preciso instalar uma tag é isso? Como seria essa tag e como instalo ela no botão para que seja mensurado quando acionado?

 

Caso alguém tenha outra sugestão para mensurar esses envios de e-mails originados do website fique a vontade para postar ideias

Fazendo a Web Trabalhar para Você
Especialistas responderamverified_user

Re: Mensurar de onde veio o e-mail

Estrela em Ascensão

Fala @Joobas ,

 

Se eu bem entendi a sua questão, para algo dinâmico utilizando somente 1 arquivo de origem, o campo utm_source deste link poderia ser:

 

utm_source=<?php $_POST['file']=$PHP_SELF; echo basename($_POST['file']); ?>

 

Não sou bom em programação, estou considerando que o arquivo de base em PHP seguiria regras com base no que lí nessa página de ajuda...

_ _ _ _ _
Att Ricardo Fernandes


Re: Mensurar de onde veio o e-mail

Principal Colaborador
Oi Joobas,

Caso fosse possível seria fantástico monitorar isso, mas acho que não dá, pois até onde sei os links mailto gerados nas redes sociais quando colocamos o endereço de e-mail não são editáveis, então não sei como poderia incrementar o destino.

Viajando aqui nas possibilidades (rs), se conseguisse, uma solução seria incrementar no link mailto um texto padrão para ser inserido no assunto ou no corpo do e-mail.

Outra possibilidade, e acho a mais correta, é direcionar os links de contato nas redes sociais para um formulário certinho no website (fazer um teste A/B, claro).

Valeu!
--

Google+ | LinkedIn | Twitter


"O primeiro passo para aprender a pensar, curiosamente, é aprender a observar. Só que isso, infelizmente, ninguém ensina." (Stephen Kanitz)

Re: Mensurar de onde veio o e-mail

Estudante ✭
Olá Joobas,
Então a questão do botão é bastante utilizada por listas de classificados "Ver Telefone", é bem feio e em termos de usabilidade é bem ultrapassado. Mas se queres aplicar um funcionamento com o monitoramento baseado no clique será da seguinte forma. Neste botão de "Email" você coloca um trackevent o url vai ficar parecido com esse:
<a href=”http://teste/formulario-de-contato/” onClick=”_gaq.push(['_trackEvent', 'formulario', 'facebook', 'campanha1']);”>E-mail</a>
E no Analytics você configura a conversão e tipo de meta selecione evento.
Explicando o código acima para configuração do analytics:
Categoria: formulario (obrigatório)
Ação: facebook (obrigatório)
Marcador: camapnha1 (opcional)
Valor: (opcional)

Agora se for colocar um formulário em uma url única pode usar a sugestão do RicardoFernando, apenas para não ficar limitado ao tipo de programação sugiro utilizar o Criador de Url do Analytics. https://support.google.com/analytics/answer/1033867?hl=pt-BR
E na Url do site você coloca o endereço do formulario empresa.com.br/formulario-contato/ o restante é de acordo com sua campanha. No final o url de monitoramento vai ficar parecido com este: empresa.com.br/formulario-contato?utm_source=origem&utm_medium=campanha&utm_term=teste&utm_content=teste&utm_campaign=teste2

Mas fico com a sugestão do José Dantas de encaminhar os emails para um formulário dentro do site, ou direcionar para uma Landing Page feita em Wordpress, onde tem a possibilidade de usar o formulário Contact Form 7 com o adicional Contact Form 7 Analytics by Found http://wordpress.org/plugins/contact-form-7-analytics-by-found/
Que mostra no formulário a palavra que ativou a campanha no caso de Adwords, informações da busca orgânica, referência ou direta. Nesse caso também é possível utilizar o trackevent.

Infelizmente as redes sociais restringem bastante o uso de links e html, caso a explicação tenha ficado confusa estou à disposição.

Abraços!

Re: Mensurar de onde veio o e-mail

Principal Colaborador
Joobas

Não tem como mensurar de maneira confiável isso. Acho que a melhor maneira é direcionar para uma página de contato conforme o Dantas sugeriu.

Henrique Giacomitti
Linkedin

Re: Mensurar de onde veio o e-mail

Estrela em Ascensão

Agradeço as dicas pessoal. Diz um proverbo chinês: o fácil é o certo. Na minha opinião seria mais fácil criar e-mails personalizados. E-mail para o Facebook? contato1@.... e-mail direto do site? contato2@....

 

Outra coisa que eu vejo como deficiente é criar contato do tipo mailto. Eu não uso Outlook por exemplo. Toda vez que eu clico em um "mailto" ele me abre esse programa..ae fica lá maior tempão carregando e pedindo para configurar contas...um porre....

 

....afinal pra que complicar se dá pra ser simples...

Fazendo a Web Trabalhar para Você

Re: Mensurar de onde veio o e-mail

[ Editado ]
Principal Colaborador

Crie "Endereços Alias" para cada rede social diferente, ao postar o email na rede social - use o respectivo alias:

no site: contato@minhaempresa.com.br
no Twitter: vendas@minhaempresa.com.br
no facebook: atendimento@minhaempresa.com.br
no  G+: minhaempresa@minhaempresa.com.br

Depois no servidor de email, crie um filtro que redireciona cada email para um único contato final de vendas que vai reponder o email - depois é só contar o volume de mails por recipiente de email.

 

___

"Você não precisa de uma empresa de 100 funcionários para desenvolver aquela ideia" ~Larry Page

Re: Mensurar de onde veio o e-mail

Principal Colaborador
O problema é que um pessoa que viu o e-mail no Twitter pode compartilhar no Facebook e uma terceira pessoa enviar uma mensagem.

Nesse caso da onde vem o usuário? Do Twitter (onde o e-mail foi divulgado) ou do Facebook (de onde efetivamente veio o contato)? Aqui as opiniões se dividem, pois as duas afirmativas abrem espaço para argumentação.

Que pepino hein haha
Henrique Giacomitti
Linkedin

Re: Mensurar de onde veio o e-mail

Principal Colaborador

HenriqueBG escreveu:
O problema é que um pessoa que viu o e-mail no Twitter pode compartilhar no Facebook e uma terceira pessoa enviar uma mensagem.

Nesse caso da onde vem o usuário? Do Twitter (onde o e-mail foi divulgado) ou do Facebook (de onde efetivamente veio o contato)? Aqui as opiniões se dividem, pois as duas afirmativas abrem espaço para argumentação.

Que pepino hein haha



 

É um tema bem interessante...

 

Vai para o Twitter, de forma merecida - pois quem gerou a venda foi a iniciativa de fazer o post no twitter - que gerou o engajamento que levou o usuário a compartilhar. No caso que você cita a Página da empresa no FB nem contribuiu com a venda.

 

Tem uma situação similar muito interessante no AdWords:

 

Imagine uma conta que está com codificação automática ativada, contas vinculadas e AdWords importando conversões do Analytics.

 

Um usuário faz uma pesquisa e dá um clique em um anúncio da conta - na página de destino (só funciona o exemplo se ele não navegar) ele copia e cola o link que leva junto o parâmetro de rastreamento ?gclid=

 

Imagine que este usuário compartilha o link via email, redes sociais, comunidades, etc.. Seja lá onde ele compartilhar o link, se qualquer usuário efetuar uma compra (conversão), mesmo nunca tendo dado um clique no anúncio, ele vai gerar uma conversão na conta AdWords, atribuindo a conversão para o anúncio, palavra-chave, grupo de anúncios que o primeiro usuário fez a pesquisa.

 

O mesmo ocorre se você usar o criador de URLs do Analytics - uma vez compartilhada a URL, ele vai atribuir no Analytics a origem/mídia original - não importando por quais caminhos a URL percorreu, desde que os parâmetros não sejam removidos e que o usuário compartilhe a URL original da página de destino.

 

Parece raro acontecer, mas é bem comum - e é a maneira mais justa de atribuir a conversão pois ele atribui para a iniciativa que gerou o compartimento.

___

"Você não precisa de uma empresa de 100 funcionários para desenvolver aquela ideia" ~Larry Page