AdWords
385 Usuários online agora
385 Usuários online agora
Faça perguntas ou compartilhe técnicas para gerenciar suas campanhas de maneira eficiente: um espaço para falar sobre objetivos e estratégias de publicidade e em maneiras de configurar suas campanhas
Guie-me
star_border
Responder

Vale a pena confiar no volume de pesquisas do planejador de palavras-chaves?

Estudante ✭

Olá, pessoal. Já vi que o tema "volume de pesquisas" já foi abordado aqui algumas vezes, mas não da maneira como desejo pontuar, por isso, escrevo esse post.

 

Atendo uma ONG que entre um dos objetivos é mudar de carreira para a área social, portanto, selecionei a frase mudar carreira. O Grants trabalha com unidade em dólar e para mim apareceu no status que esse termo custa U$ 4,62. 

mudar carreira.jpg

Testarei em 5 dias e se for preciso, utilizarei as correspondências de palavra-chave, mas no momento mudar carreira. Fiquei curioso em saber o volume de pesquisas em todo território brasileiro, abri o planejador de palavras-chaves e para minha surpresa, constatou apenas 10 pesquisas nos últimos meses. 

mudar planner.jpg

Acusa que a concorrência é baixa, todavia quando procurei no Google, foram impressos 3 resultados de busca pagos. Eu acho que mudar de carreira deveria ter um número muito maior de buscas e a meu ver existe algo errado com esses dados.

Gostaria de avaliar com vocês essa questão. Abraços.

 

 

Especialistas responderamverified_user

Re: Vale a pena confiar no volume de pesquisas do planejador de palavras-chaves?

Principal Colaborador

Olá Tânios, como vai?

 

O volume de pesquisas do planejador costuma funcionar bem. Uma coisa importante que precisa levar em consideração é a forma que a palavra foi escrita. A palavra "mudar carreira" não é a mesma que "mudar de carreira" e cada uma terá um volume de pesquisas diferente, talvez essas variações estejam te dando a diferença que causa estranheza.

 

Outra coisa importante é que se você buscou por "mudar carreira" lá no Google, não necessariamente o Google estará mostrando resultados somente dessa palavra exatamente como ela foi escrita. Se a palavra do anunciante estiver em correspondência ampla como é o seu caso, toda campanha que tiver os termos "mudar" ou "carreira" pode acionar anúncio, então é preciso averiguar isso na sua pesquisa.

 

Apesar de ser o Grants, o Adwords ainda vai fazer valer de todos os seus conceitos como Índice de Qualidade, qualidade do anúncio e página de destino. Eu faria a recomendação para você não começar com essa palavra assim em ampla sem pelo menos uma bela lista de palavras negativas, caso contrário, alguém que que procure por "mudar de casa" poderá acionar o seu anúncio, pois ativará a palavra "mudar", e diversas outras situações.

 

Comece com pelo menos a correspondência Ampla Modificada, colocando o sinal de '+' na palavra, assim "+mudar +carreira". Fazendo isso você indica ao Google que a busca do usuário deve conter obrigatoriamente esses dois termos, mas pode ter mais coisas também como "mudar DE carreira" ou "mudar minha carreira".

 

Não vamos excluir a possibilidade de realmente ter algo errado com os dados, mas pelo tanto que já vi e já utilizei, eu diria que isso é muito difícil, e focaria mais nos pontos que citei acima.

 

Espero que ajude.

 

Abraços,

_

Re: Vale a pena confiar no volume de pesquisas do planejador de palavras-chaves?

Graduado ✭ ✭
Não costumo levar esses numero ferro é fogo até porque são estimativas.
testar ainda é a melhor saída.

Re: Vale a pena confiar no volume de pesquisas do planejador de palavras-chaves?

Estudante ✭

Leandrofm, obrigado pelo post.
Segui seu conselho, e coloquei mudar de carreira no planejador e realmente aumentou consideravelmente, variando entre 170 e 210. Foi uma boa ideia, detalhe que fez a diferença. Mesmo assim e evitando ao máximo trabalhar com "achismo", tenho em mente que esses resultados estão muito baixos, essa área de emprego de forma digital é muito concorrida, tem várias empresas. Entrei em contato com o Google pelo chat e disseram que eu posso encaminhar uma resposta (https://support.google.com/adwords/answer/176378?hl=pt-BR)

 

Sobre: "não necessariamente o Google estará mostrando resultados somente dessa palavra exatamente como ela foi escrita". Sim, mas eu verifiquei e todos os anúncios apresentam a semântica que tenho como objetivo. 

 

Sobre correspondência de palavra-chave com o "+", eu uso com muita frequência, havia até mencionado isso no meu post, mas quando trabalhamos com Grants, eu já percebi que para os primeiros dias de campanha, é melhor colocar de forma ampla. Lembro de uma vez que havia configurado uma campanha com ampla modificada e rodou muito abaixo do que tinha em mente. Liguei para o Google e o atendente concordou que naquele momento, o melhor a fazer era trabalhar com correspondência ampla mesmo. 

 

Você saberia me dizer se o planejador de palavras-chaves leva em consideração buscas feitas fora do Google, mas que são impressos nos parceiros de pesquisa? Refiro-me aqueles anúncios que são impressos com palavras-chaves com exibição em display.

 

 

 

Re: Vale a pena confiar no volume de pesquisas do planejador de palavras-chaves?

Principal Colaborador

Não sei dizer se a ferramenta leva em consideração buscas externas como essa que citou. O que eu sei é que para algumas palavras podem conter uma relação semântica ou contextual. Um exemplo (hipotético): O google entende que a busca por "comprar rosas" é uma busca voltada para compras de um tipo de flor, então o volume de buscas dessa palavra pode ser atrelado também ao volume de buscas da palavra "comprar flores", já que o sistema entende que há uma relação contextual.

Tânios A escreveu:

Lembro de uma vez que havia configurado uma campanha com ampla modificada e rodou muito abaixo do que tinha em mente. Liguei para o Google e o atendente concordou que naquele momento, o melhor a fazer era trabalhar com correspondência ampla mesmo. 

 


Acredito que isso seja muito relativo a como foi feita a configuração no começo, e também ao desejo de resultados. Quando adicionamos o sinal de soma antes da palavra, não só estamos dizendo que o google pode considerar variações daquele termo, mas estamos dizendo também que aquele termo deve fazer parte obrigatoriamente da busca do usuário. Com isso, muitos anunciantes acabam colocando sinal de soma em todos os termos, inclusive preposições, e acabam restringindo muito a campanha, isso de forma geral.

 

O grande perigo em usar a correspondência ampla é realmente não conciliar ela com uma boa lista de palavras negativas como mencionei, já que qualquer uma dessas palavras abaixo poderiam acionar o seu anúncio:

  • plano de carreira
  • como fazer carreira
  • mudar de apartamento
  • mudar de mapa no minecraft

Se você está em busca de um volume maior, é muito importante avaliar a qualidade desse volume. Para isso, pode usar o relatório de Termos de Pesquisa para verificar se realmente a sua palavra em ampla acionou termos positivos ou não. Caso ainda não conheça, é um relatório que mostra exatamente os termos buscados pelos usuários, que acionaram seu anúncio e que geraram pelo menos um clique. É um ótimo lugar para ter idéias de novas palavras para negativar e também incluir na conta. Essa página pode ajudar: https://support.google.com/adwords/answer/2472708

 

Reforço a importância da qualidade do volume, pois nem sempre maior volume traz mais qualidade. 

Tânios A escreveu:

Mesmo assim e evitando ao máximo trabalhar com "achismo", tenho em mente que esses resultados estão muito baixos, essa área de emprego de forma digital é muito concorrida, tem várias empresas.


Fiz uma consulta sobre essas duas palavras na Google Trends, e o resultado bate um pouco com os resultados do planejador que você apresentou, veja só: https://www.google.com/trends/explore?geo=BR&q=mudar%20carreira,mudar%20de%20carreira

 

Note que o índice de busca que vai de 0 a 100 em sua maioria (com exceção de alguns picos incomuns) ficam em média entre 10 e 20, não passando muito disso. Apesar de ser um mercado concorrido entre o volume de empresas, pode não ser um mercado que possui tanto comportamento de busca no buscador, por diversos motivos. Quando isso acontece, meu estilo de trabalho é sempre criar perguntas e hipóteses e tentar buscar as respostas delas do que for possível:

  1. Uma pessoa que procura trocar de carreira procura isso na internet?
  2. Ela prefere falar com algum conhecido, um antigo chefe, um antigo professor ou realmente busca na internet?
  3. A empresa que ela está possui suporte para troca de carreira? 

Estou dizendo isso pois existem muitos mercados que dentro do segmento são enormes, mas que em relação a consultas dentro do Google são muito pequenos. O segmento de Outsourcing de Tecnologia é um deles. Existem serviços que muitas empresas usam e precisam, mas que possui um volume de pesquisa inferior a 100 buscas mensais. O motivo não sabemos, pode ser característica do mercado. Será que quem precisa de um outsourcing de tecnologia procura na internet, ou pede uma indicação para alguém antes?

 

Considerações Gerais

Avaliando os números que você mostrou junto a busca feita no Trends, parece que realmente o volume de pesquisa para essas duas palavras em questão não é muito alto. Coisas que eu particularmente avaliaria:

  • Encontrar variações de busca dessas palavras, coisas como: como trocar de carreira, melhor momento para trocar de carreira e afins
  • Avaliar a qualidade do volume nas campanhas entre ampla e ampla modificada, no relatório de termos de pesquisa
  • Instalação do Google Search Console no site em questão para medir o tráfego de palavras orgânicas. Pode dar idéia de novas palavras para se trabalhar no Adwords

Espero que ajude.

_