AdWords
210 Usuários online agora
210 Usuários online agora
Aprenda a usar recursos e relatórios para medir seus resultados com o AdWords: quais os melhores relatórios do AdWords e as principais formas de utilizá-los para entender e otimizar a performance de sua conta
Guie-me
star_border
Responder

Alguém já recebeu este aviso?

Calouro ✭

É possível que páginas com codificação incorreta ou sem codificação estejam causando referências próprias à propriedade

Especialistas responderamverified_user

Soluções aceitas
Marcado como Melhor Resposta.
Solução
Aceita pelo autor do tópico Eraldo
Setembro 2015

Re: Alguém já recebeu este aviso?

Funcionário do Google
Fala Eraldo,

Tudo bem?

Acredito que você esteja recebendo esse aviso no seu Google Analytics, vou te explicar o que está ocorrendo.

Quando um usuário acessa seu website, o Google Analytics trabalha para determinar a origem dele: sua origem de tráfego. A origem pode ser classificada como direta, orgânica (não paga), campanha ou referência.

As referências são geralmente definidas como o tráfego para seu site a partir de outro website. Com o Relatório de todas as referências, na categoria Aquisição dos relatórios, você pode analisar esse tipo de tráfego.

A referência própria no Google Analytics é uma condição em que você vê seus próprios domínios exibidos no relatório Aquisição -> Todas as referências. Por exemplo, se seu website for www.example.com, todas as entradas no relatório que listarem www.example.com são referências próprias.

Se a implantação do Google Analytics for configurada para avaliar sessões em diferentes domínios e/ou subdomínios, um nível marginal de referências próprias pode ser normal.

No entanto, as referências próprias podem ser um sintoma de um problema com a implantação do Google Analytics e podem estar distorcendo suas métricas e atrapalhando as verdadeiras origens de tráfego às quais as conversões e outros envolvimentos em seu site deveriam ser atribuídos.

A maneira mais rápida de resolver isso é atualizar o código do seu Google Analytics para o analytics.js (Universal Analytics), o próprio novo código do Analytics foi desenhado para evitar esse tipo de referenciamento próprio. Caso você já esteja utilizando o novo código, recomendo dar uma olhada neste endereço que possui um passo-a-passo de como resolver esse problema: https://support.google.com/analytics/answer/3198398?hl=pt-BR

Um abraço!

Wilson

Exibir solução no post original


Todas as respostas
Marcado como Melhor Resposta.
Solução
Aceita pelo autor do tópico Eraldo
Setembro 2015

Re: Alguém já recebeu este aviso?

Funcionário do Google
Fala Eraldo,

Tudo bem?

Acredito que você esteja recebendo esse aviso no seu Google Analytics, vou te explicar o que está ocorrendo.

Quando um usuário acessa seu website, o Google Analytics trabalha para determinar a origem dele: sua origem de tráfego. A origem pode ser classificada como direta, orgânica (não paga), campanha ou referência.

As referências são geralmente definidas como o tráfego para seu site a partir de outro website. Com o Relatório de todas as referências, na categoria Aquisição dos relatórios, você pode analisar esse tipo de tráfego.

A referência própria no Google Analytics é uma condição em que você vê seus próprios domínios exibidos no relatório Aquisição -> Todas as referências. Por exemplo, se seu website for www.example.com, todas as entradas no relatório que listarem www.example.com são referências próprias.

Se a implantação do Google Analytics for configurada para avaliar sessões em diferentes domínios e/ou subdomínios, um nível marginal de referências próprias pode ser normal.

No entanto, as referências próprias podem ser um sintoma de um problema com a implantação do Google Analytics e podem estar distorcendo suas métricas e atrapalhando as verdadeiras origens de tráfego às quais as conversões e outros envolvimentos em seu site deveriam ser atribuídos.

A maneira mais rápida de resolver isso é atualizar o código do seu Google Analytics para o analytics.js (Universal Analytics), o próprio novo código do Analytics foi desenhado para evitar esse tipo de referenciamento próprio. Caso você já esteja utilizando o novo código, recomendo dar uma olhada neste endereço que possui um passo-a-passo de como resolver esse problema: https://support.google.com/analytics/answer/3198398?hl=pt-BR

Um abraço!

Wilson